Hérnia de disco


Hérnia de disco

A nossa coluna é composta por vértebras, no interior dessas vértebras existe um canal por onde passa a medula espinhal ou nervosa. Podemos dividir nossa coluna em 3 partes, cervical, toráxica e lombar, entre as vértebras cervicais, torácicas e lombares, estão os discos intervertebrais, que é uma estrutura que tem o formato de anel e é constituídas por tecido cartilaginoso e elástico, sua função é evitar o atrito entre uma vértebra e outra, além de amortecer o impacto.

Com o passar dos anos e com o uso repetitivo, os discos intervertebrais tendem a se desgastar, o que facilita a formação de hérnias discais que é a extrusão de massa do disco que se projeta para o canal medular através de uma ruptura no anel fibroso.

As hérnias são mais frequentes nas regiões cervical e lombar, pois essas realizam mais movimentos e suportam mais peso.

Causas

• Trabalho físico pesado;
• Postura de trabalho estática ou inadequada;
• Inclinar e girar o tronco freqüentemente;
• Trabalho repetitivo;
• Fatores psicológicos e psicossociais;
• Traumas;
• Infecções;
• Malformações congênitas;
• Fatores genéticos;
• Entre outros.

Sintomas

Os sintomas variam de acordo com o lugar acometido, porém os sintomas mais comuns são:

• Parestesias (formigamento)
• Dor na coluna, geralmente com irradiação para membros inferiores ou superiores.
• Os movimentos dos dedos são afetados, quando for hérnia cervical
• Fraqueza dos músculos do membro superior, quando for hérnia cervical.
• Geralmente quem tem hérnia lombar sente dor ao longo do trajeto do nervo que vai da coluna vertebral à nádega, coxa, perna e calcanhar (ciático).
• Fraqueza nas pernas, quando for hérnia lombar.

Diagnóstico

O diagnóstico é feito por exame clínico, com base nas características dos sintomas e com auxílio de exames raio-X, tomografia e ressonância magnética para ajudar na localização exata, assim como o seu tamanho.

Tratamento

O tratamento terá como objetivo principal de restabelecer o equilíbrio da coluna comprometido pelo rompimento discal, além de melhorar a dor.

Algumas formas de tratamento são:
• Calor superficial;
• Massagem;
• Elétroterapia;
• Fisioterapia manual;
• Estabilização vertebral;
• Correção postural;
• Pilates.

Geralmente só é procurado o tratamento, quando a dor se torna muito forte, isso prolonga o tempo para obtenção de resultados e melhora do quadro.

A cirurgia é indicada em casos mais graves, quando os tratamentos não invasivos não fazem efeito.



Olá, meu nome é Thiago, sou Fisioterapeuta, tenho formação nas áreas de RPG, Aurículo acupuntura, Shiatsu e Pilates, sou membro da Associação Brasileira de Pilates ( ABP ). Estarei escrevendo semanalmente um tema sobre saúde, que compreenda as minhas áreas de atuação.

www.fisioterapias.com.br




Dr° Thiago quer saber: Você tem alguma sugestão ou algo que queira saber, o Dr° Thiago fará um post especial sobre o que você sugerir.. então, mande um email para andrezafsilva@bol.com.br

8 comentários:

Hi disse...

Muito importante cuidar da coluna, eu que o diga tenho muita dor nas costas...

Jakeline Magna disse...

SEU BLOG SEMPRE COM MATÉRIAS GENIAIS
ADOREI A SUA DICA... SEU BLOG ESTÁ LINDOOOOOOO...

TEM SELINHO PARA VOCÊ NO MEU BLOG...
http://jakelinemagna.blogspot.com/2009/10/presentinho-do-blog-normal-mas-nem.html

BEIJINHOSSSSS

Silvana Mello disse...

É por isso que não abro mão do meu pilates 3x por semana. Bjsss

Menina Robô disse...

Menina!
Eu que o diga, faz 8 meses que retirei 3 hérnias de disco na cervical. São esses sintomas todinhos, fiz estes tratamentos mas não teve jeito, fui urgentemente operada. E hoje estou curadíssima! =D

Ahh e como tenho apenas 24 aninhos, no meu caso foi má formação, pois nem trabalhar eu trabalho.... snf...

Beijos!

Criativo de Galochas disse...

Parabéns pelo post e pelo conteúdo do blog.
Saudações
Marcus

Anônimo disse...

Olá !Muito boa essa matéria!
Para tratar a hérnia com pilates o ideal seria
fazer quantas por semana?
Obrigada!Bjs

Thiago disse...

Olá, o número de sessões semanais varia dependendo do caso. Geralmente no início eu costumo indicar 2 ou 3 vezes por semana, após um tempo é possível diminuir a frequência.
Bjs

Elcio disse...

Olá Dr. Boa noite!
Estou com um zumbido insuportável no ouvido direito. Faço musculação Há mais de 10 anos e nos útimos 5 treinei intensamente. No meu RX da clna cervical um dos intens apareceu o seguinte resultado "Osteofitose marginal anterior e posterior", portanto, será que estes zumbidos são evido a este problema? Desde já agradeço. Elcio