Vai um chocolate aí sem culpa?


Adorado – e devorado – e com muitas calorias, ele também pode melhorar as funções do coração e do cérebro.
Associação Americana para o Avanço da Ciência (AAAS, na sigla em inglês), em Boston, especialistas em nutrição apresentaram resultados de estudos iniciais que testaram – e obtiveram resultados positivos – sobre os efeitos dos flavonoides, substância encontrada no cacau, no cérebro.

A notícia não poderia ter sido melhor para aquelas pessoas que imploram por um quadradinho diário de chocolate.
"Euuuuu".....

O chocolate pode ser considerado um dos grandes vilões em dietas, mas através desse estudo, se consumido moderadamente por uma pessoa saudável, ele pode trazer diversos benefícios para a saúde e para o bem estar.

Rico em vitaminas, minerais, magnésio e ácido oleico, fora o tal alto teor de flavonoides, o chocolate não precisa ser visto como um inimigo. No caso específico dos flavonoides, os cientistas afirmam que esse fator pode ajudar a diminuir, por exemplo, o risco de enfarte. “Já a presença do ácido oleico, encontrado em quantidade razoável no cacau, ela é interessante para controlar os triglicérides e aumentar o bom colesterol no organismo”, diz a endocrinologista Selma Regina Viegas, de São Paulo.

Algumas outras pesquisas sobre o chocolate dão conta de que o uso controlado do doce podem ainda auxiliar a retardar o envelhecimento da pele – em vez de apenas causar a acne, como acontece a algumas pessoas quando ele é consumido em excesso.


Mas por liberar serotonina, que se trata de um neurotransmissor viciante e que dá sensação de felicidade, o chocolate pode acabar mesmo sendo considerado o objeto de desejo desesperado de muitas pessoas. “Nesse caso, o melhor pode ser não se privar completamente, mas limitar a ingestão a uma pequena porção diária.

E preferir o tipo amargo”, completa Selma.
O chocolate amargo é considerado o mais saudável por conter menores níveis de gordura e açúcar. Já na fabricação do chocolate ao leite, a massa de cacau é substituída em parte por leite em pó, resultando em um sabor mais doce. O chocolate branco, por sua vez, contém manteiga de cacau. Os dois últimos são ricos em gorduras saturadas, e, quando consumidos em excesso, podem causar irritações na pele, no estômago e no intestino.

As pesquisas apresentadas no simpósio da AAAS ainda deram conta de que o chocolate amargo ajuda a controlar a pressão arterial, diminui a ansiedade e tem a mesma capacidade de uma aspirina diária para evitar ataques cardíacos.

Agora peraí, vou pensar assim, como não tenho pressão alta, então eu posso deixar de lado o chocolate meio amargo (ninguém merece... só o mousse..rsss) e comerei, me lambusarei de chocolate ao leite.... humm..

Essa matéria não poderia ter vindo em uma boa hora.....

Beijos...


Fonte IG

3 comentários:

exoticlic.com disse...

menina to esperando a imagem pra fazer teu banner por enquanto então coloco seu link ok.


aff chocolate é bom mas só de pensar engordo

Vania San disse...

eu acho que essa história de chocolate fazer bem é papo publicitário rsss veja a helmans tentando convencer todo mundo a comer maionese normal rsss

mas enfim!

feliz de quem consegue comer só 30 grams de choc por dia!

eu não!

beijos

Meninas de Pantufa disse...

é sim Vânia... pode ser...
mas sabe que na minha cabeça está dando certo......
aiiiiiiiiiii sei que estou errada.... mas pensar na idéia pode ser boa.....
mas eu já havia escutado que chocolate assim como o vinho moderados (doses ou porções) ele ajuda o coração......

agora sobre a maionese.... eu prefiro continuar não comendo, pois para mim não faz falta nenhuma...rs

obrigado por comentar.....

beijos.......